China insere programação na grade escolar a partir dos 6 anos

Um jovem aprende a codificar no Tarena Learning Center, em Pequim
Um jovem aprende a codificar no Tarena Learning Center, em Pequim

 

A China passa pela maior mudança de mentalidade de sua história. Quer que o mundo deixe de enxergá-la como o país de manufatura barata, e quer ser o país da inovação científica, a tecnologia e a visão do futuro, e por isso aposta em projetos de pesquisa e desenvolvimento espacial, além de uma mudança nos projetos educacionais, oferecendo o mundo da programação para as crianças.

O mesmo acontece em 12 países ao redor do mundo, com destaque para Estados Unidos e Reino Unido, que modificaram seus projetos educacionais para incorporar assinaturas em informática, uma tendência crescente que reforça que as linguagens de programação são o futuro.

Fonte e matéria completa: TargetHD

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *